Ejaculação retardada: causas e cura

Ejaculação retardada: causas e cura

Você já deve ter ouvido muito sobre a ejaculação precoce. Mas e a ejaculação retardada, você sabia que ela também é uma condição médica? Sabe quais são as causas e possíveis tratamentos? Conheça esse problema sexual que afeta alguns homens e saiba como curá-la.

O que é a ejaculação retardada?

É uma condição em que um homem tem dificuldade em ejacular apesar da ereção eficaz e da estimulação sexual apropriada. Ou seja, é o oposto da ejaculação precoce. Cerca de 5% dos homens sofrem com isso, mas o desconforto da situação também afeta o parceiro sexual.

Alguns manifestam esse problema a partir do primeiro relacionamento íntimo (ejaculação retardada primária), outros desenvolvem-no apenas mais tarde (ejaculação retardada secundária ou adquirida).

Além disso, para entender melhor o “mediquês”, podemos falar de um distúrbio “generalizado”, quando o problema ocorre em qualquer circunstância, ou “situacional”, se ocorrer apenas em certas situações (com um parceiro específico, em determinado ambiente, ocasionalmente etc.). Tudo depende das causas.

Ejaculação retardada

Causas físicas da ejaculação retardada

A ejaculação retardada pode ser determinada por causas físicas e psicológicas, ou até mesmo por uma mistura dos dois fatores. Entre as possíveis causas físicas encontramos:

  • Defeitos anatômicos com os quais já se nasce;
  • Efeitos colaterais de medicamentos (especialmente antidepressivos, remédios para pressão alta e ansiolíticos);
  • Danos aos nervos;
  • Lesões de várias origens na área pélvica;
  • Deficiências hormonais, como hipogonadismo (caracterizado por baixos níveis de testosterona);
  • Abuso de álcool e/ou drogas.

Às vezes, a ejaculação retardada se deve a um método ou intensidade de estimulação em particular (por exemplo, pode haver uma diferença entre a masturbação e um relacionamento íntimo com determinada parceira ou por causa de um preservativo que às vezes causa menos sensibilidade).

Causas psicológicas da ejaculação retardada

Quando a mente cria o problema, você pode estar na presença dos seguintes fatores:

  • Depressão;
  • Problemas no casal;
  • Ansiedade de desempenho;
  • Crenças culturais ou religiosas que consideram o sexo um tabu, entre outros.

A cura para a ejaculação retardada

A cura não pode ignorar a identificação da causa: se for devido ao efeito colateral de um medicamento, por exemplo, você pode pedir ao médico um remédio diferente que não tenha esse efeito colateral. Se, em vez disso, a causa for a dependência de uma substância ou droga, você terá que eliminá-la da sua vida.

Aconselhamento e terapias sexuais também podem ser úteis, mesmo em casal. Ou você pode trabalhar nas causas psicológicas que causam esse distúrbio (mesmo com medicação, se necessário).

Entre os medicamentos usados (mas não eficazes para todos os homens), encontramos a cabergolina (um antagonista da dopamina, comumente usado na doença de Parkinson), enquanto outro ingrediente ativo, a anandamida, ainda está em estudo.

Nem sempre aqueles que sofrem de ejaculação retardada sentem desconforto. Não há risco para a saúde se você não puder ejacular facilmente, então não é necessariamente necessário tratar-se. Estes devem ser procurados com a ajuda de um médico quando o problema se torna estressante ou afeta o relacionamento do casal.

Lembrando que a ejaculação retardada não tem nada a ver com impotência sexual. O primeiro é apenas a dificuldade em ejacular, já a segunda envolve a não ereção.

Compartilhe este artigo nas redes sociais e ajude a conscientizar para a saúde do homem.

Siga-nos no Facebook: Saúde para homens

Envie seu comentário

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE